domingo, 7 de setembro de 2008







  • Quando eu era criança, eu queria ser
  • adulta ...mas por que cargas d’água
  • hoje eu gostaria de ser criança? Por que sinto falta daquilo que tive? Afinal, o que me faz feliz? O que nos faz feliz? O que é ser feliz? Talvez seja a esperança de saber que o amanhã poderá ser melhor, e é por isso que batalhamos hoje. É...talvez ser feliz seja isso: viver o que temos para viver da maneira que podemos.

60 comentários:

Paradoxos disse...

:-)

ja senti o mesmo sabias?

Paradoxos disse...

beijão imenso!!

Pandora disse...

Eu também era assim, queria ser adulta em criança, por vezes acho que não aproveitei bem a infância por causa dessa mania. Hoje, de facto tenho saudades dos tempos de criança, das brincadeiras, da proteção dos pais, da inocência, etc...mas não passa de saudades, mesmo. Estou bem, como estou e vivo o dia a dia (como o disses)o melhor que posso, aprendendo a evoluir como ser humano.

Bom Domingo
Beijo grande

Pandora disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Shakti disse...

Penso que todos nós temos um pouco de saudades e atravessamos essa fase...Talvez porque naquela altura(crianças)é que conseguíamos ser realmente felizes !!!

bjs

mjf disse...

paradoxos
hoje acordei assim ;=(
Saudosista...a quere ser feliz, como outrora...

Beijocas

mjf disse...

pandora
Se calhar ser feliz...é só um estado de espirito ;=))

BEIJOCAS

mjf disse...

shakti
provavelmente será...a ingenuidade e força para acreditar, em criança é enorme ;=)
beijocas

Rocket disse...

amar o que se tem? julgo que sim.
eu não necessito de muito para ser feliz...

beijos

Blue Angel disse...

Eu também sinto isso de quando em vez!!! E adoro que digam que pareço ter 24 ou 25 anos!!! LOL
Fico toda vaidosa!!!

Beijos

Nivea

mjf disse...

rocket
Quando estamos de bem connosco mesmo...temos momentos ( estados de alma) felizes...
Isto chega??? Talvez ;=)

Beijocas
bom domingo

mjf disse...

nivea
todos temos dias assim ;=9
beoijocas

expressodalinha disse...

Assino por baixo. Não diria melhor. Bjs.

Gi disse...

Eu só queria mesmo é ter 18 anos; depois quis ter 21 anos, porque houve documentos que não podia assinar e sítios onde não podia entrar, apesar de já poder votar.
A partir daí parei de querer ter mais idade. ;)

Liz / Falando de tudo! disse...

quando somos criaça queremos crescer pra tomar nossas decisoes, e quando somos grandes queremos ser crianças pra escapar de nossas responsabilidades...
c'est la vie!

mjf disse...

espressodalinha
;=)
:=)
Beijocas

mjf disse...

gi
eu parei quando fiz 20 anos...
agora nunca faço festa de anos...a dos 20 foi mesmo a melhor...e o ultimo aniversário que festejei ;=)

Beijocas

mjf disse...

liz
ás vezes apetecer ter alguem que resolva os nossos problemas...não é???

beijocas

Lola disse...

Loira linda,

Mas onde está o alto astral?

As memórias da infância a contagem para trás... ainda é muito cedo.

Somos ainda muito jovens e temos tudo a fazer:))

Solte lá a gargalhada e vamos as duas ao SPA:)))

Beijos grandes

PS: deixei-lhe aquele "apetrecho" de que se esquece frequentemente. Espero que o tenha recuperado:)))

Miguel disse...

Já tou como diz um grande amigo meu:

"quem me dera ser criança e saber o que sei hoje.. tinha aproveitado a vida ao máximo sempre" :)

pensamentosametro disse...

Tentar viver cada dia da forma mais feliz possível pode ser o caminho certo para a felicidade.


Bjos


Tita

mjf disse...

Lola
Estas ideias ás vezes..aparecem ;=)
Simmm..... linda Lola, fui buscar o meu instrumento...de trabalho :=)

Obrigada

beijocas

mjf disse...

miguel
Sábio...ese teu amigo ;=)
Beijocas

mjf disse...

Tita
É isso mesmo...a receita de ser feliz ;=)
Beijocas

Oxyder disse...

Eu sou "adulto" mas continuo a ter aquela criança dentro de mim :D

Pq não podemos ser as duas coisas ao mesmo tempo? =P

bjo

Girafa cor de rosa disse...

Que tal ser uma criança - adulto?! Beijos.

Viajante disse...

O ser humano é descontente por natureza e os tempos modernos contribuem mais ainda para essa insatisfação. Ouvimos aquelas histórias que antigamente as pessoas se contentavam com pouco. E é bem verdade, recordo-me das brincadeiras naifs de infância, das tardes longuíssimas passadas na rua a brincar com os vizinhos, de frequentarmos as casas uns dos outros, do tempo, do sabor do tempo, do convívio... Hoje em dia vivemos a um ritmo alucinante, que não é o nosso, e é evidente que não nos faz bem.
Os relatos que ouço das pessoas que deixaram a vida urbana e foram para o campo são tentadores.
Voltaram a sentir que podem ser felizes com pouco e a ter tempo de perceber isso. Antes de ser tarde demais.

Bj

sonia disse...

Ol� minha linda!!
Parab�ns pelo aninho do blog (ando atrasada nas leituras, ora pois). T� fant�stico e tu continuas fant�stica tamb�m!

Olha eu n�o gostava de ser crian�a novamente, porque n�o foram os meus anos de magia e de felicidade. Portanto, o que eu quero � ser mais feliz amanh� que hoje e ontem.
beijinhos

PsYcHo_MiNd disse...

Quando era criança, falava como criança, pensava como criança, raciocinava como criança, desde que me tornei homem, deixei-me de criancices.

Fatima disse...

O ser humano está eternamente insatisfeito, mas eu continuo a pensar que o que lá vai... lá vai!

mjf disse...

oxyder
Boa questão a tua ;=)
Beijocas

mjf disse...

girafinha
Seria o ideal...mas é impossivel ;=(

Beijocas

mjf disse...

viajante
a nossa vida actual tem um ritmo alucinante...

Beijocas

mjf disse...

psycho
é assim que a sociedade espera que te comportes...mas é bom ter dias em que nos apetece fazer asneirada...não é???

beijocas

mjf disse...

sonia
A responsabilidade de uma criança...é tão boa
ihihihihh

Beijocas

mjf disse...

fátima
concordo contigo...é a natureza humana
Beijocas

TeddyLover disse...

Ser criança significa, ter segurança, estabilidade e quem nos proteja. O que passamos a sentir depois, é tudo aquilo que quem nos criou sentia e sente. Infelizmente, ser criança...não é o que eu disse...para muitas crianças...nem têm tempo de ser...para tudo na vida é preciso ter sorte. Dou-te um ex: eu, tive a sorte de poder dizer que fui criada com todo o amor e carinho do mundo. Porque realmente fui. No entanto, a minha mãe faleceu no meu parto. Foram uns tios que me criaram, educaram e formaram. E é nestas coisas que eu sou obrigada a concordar com o velho ditado que diz: "Ao menino e ao borracho, mete Deus a mão por baixo...". TIVE SORTE.
Quanto ao ser feliz...a vida não é feita de coisas fáceis. Permanentemente temos de vencer e ultrapassar obstáculos. Sejam eles quais forem, exteriores ou interiores a nós. Temos os instrumentos para os ultrapassar e temos de aprender a utilizá-los, com o tempo cada vez os sabemos utilizar melhor. A felicidade é sempre o estágio em k se ultrapassou algo. Ela não existe por si só. Porque ultrapassamos, damos connosco a sentir-nos de bem com a vida, estáveis, equilibrados, felizes, contentes, sorridentes...
Bjo

Vício disse...

será que viste o peter pan e ficaste afectada?

Brigitte disse...

Eu acho que todos nós passamos por isso...mas PORQUE?
:)

@me@@@ disse...

como eu te compreendo... hoje que tenho 27 anos queria tanto ter 15 ou 16 e fazer todos os disparates que fiz e mais alguns, sem responsabilidades... aiiii

DANTE disse...

Quem é que nunca disse 'quem me dera ter outra vez X anos'?
Teremos que nos habituar. lololol
Eu acho que é tipico do ser humano.
Quanto mais caminhamos para o fim , maior é o desejo de voltar ao principio.
Aqui não há retrocesso , ficam as memórias, as boas e as más. Qualquer das duas nos ajudam a seguir em frente.
Por isso....siga! :)

Jokas mjf

Opinador disse...

Se vivermos convencidos de que um dia vamos encontrar a felicidade plena, então vamos ser muito infelizes.
A felicidade deve estar em cada ideia que temos, em cada acto que praticamos, em cada raio de sol que nos aquece... só assim conseguiremos ser felizes.
Bjs.

mjf disse...

teddy
Acho que é isso mesmo : "Ser criança significa, ter segurança, estabilidade e quem nos proteja....
Ás vezes apetece mesmo...;=)

beijocas

Marco Ferreira disse...

Acho que a felicidade, o ser feliz, é apenas encontrado nas pequenas coisas da vida. Penas é que cada vez se tente ser feliz com coisas grandes e não se tenha atenção ás pequenas coisas.

Abraço

marinheiroaguadoce a navegar

Marisa disse...

Tem graça que eu não tenho vontade nenhuma de voltar à criança que fui em tempos.

TeddyLover disse...

Vês...o comentário da Marisa...a coisa n é fácil...nem tão linear assim...ela lá sabe pk tem graça...akilo que, muito provavelmente...n tem graça nenhuma...mas chorar sobre o leite derramado, n vale...durante muitos anos, enfim...kd eu comecei a perceber as coisas, para mim era uma infelicidade fazer anos...pk...fazer anos significava k, nakela data, a minha mãe tinha morrido. Acabei por perceber, até pk soube k a minha mãe esteve cmg nos braços...k para ela, a maior felicidade foi...era...e é...eu estar cá. Só mãe e pai dão a vida pelos filhos...e eu tenho de honrar a memória dela e fazer com k, esteja ela onde estiver...TENHA MUITO ORGULHO EM MIM. K ela n sinta k o sacrifício dela foi em vão...PK N FOI MESMO...AMO-A MUITO e, penso nela todos os dias. Sou parecida com ela...modéstia àparte, ela era linda e eu não sou tão...mas sou muito parecida, físicamente nota-se e vê-se...psicológicamente...pelos testemunhos...modéstia àparte, mais uma vez...ela era linda...n kero ser tanto...mas sem kerer...acho k...vou pelo mesmo caminho...rssss...estou a brincar...mas acho. O meu nome, devo-o a ela...n ía ser mto feio...mas passou a ser lindo e invulgar...são testemunhos k cá deixamos e que, para kem os deixa, valem a pena. Ela deixou...e ela vale tudo...Eu vali bem mais...agora...IMPORTANTE...sou feliz por muitas coisas, mas sou bem mais...PELA MÃE K TIVE...HONRAS LHE SEJAM FEITAS...
Bjo..só os teus postes para me virem cá dizer estas coisas...ATINA MINHA!!!!!AI...!!!!Olha com'é keu tô...n vale...

mjf disse...

vicio deve ter sido...há visões que nos afectam para o resto da vidA
EHEHEHE

bEIJOCAS

mjf disse...

brigite
boa questão...:=)

beijocas

mjf disse...

@me@@@
também minha linda
adoraria poder voltar a esses dias ;=)

Beijocas

mjf disse...

dante
bolas pá....ainda é cedo para começar a viver de re ordações ;=)
hohoho

Beijocas

miguelpontocom disse...

Eu não gostava de ser criança, outra vez, pelo menos por agora.

Tita disse...

MJF, eu ainda sou uma criança ;)

o convite para leres o blog foi enviado, espero que o aceites :)

paulofski disse...

Que engraçado, eu também. Ora essa, quem não o quiz e quer ser de novo.

Eu sou feliz e gosto de o dizer.

Beijinhos

elvira carvalho disse...

Estou bem, a onde eu não estou. Lembra da canção do Variações. Faz parte da nossa essência a eterna insatisfação, o querer ser o que não se é.
Um abraço

Cristina disse...

amiga, eu já não sei se sei o que é que é ser feliz. dantes sabia, agora tenho duvidas. acordar capaz de chegar ao fim do dia sem sobressaltos tem sido uma forma de felicidade, por exemplo.


grande beijoca

DANTE disse...

Não me expliquei bem...
O que eu queria dizer era que, quanto mais* nos agarrarmos ás memórias mais* antigas mais* jovens somos.Logo , mais* 'tempo' temos para viver.

ps: reparaste nos mais*? È sempre a somar pois lolllllll

Jokas mjf

ZezinhoMota disse...

Aprendi com as vicissitudes da vida que nós é que conduzimos a felicidade...

Ser feliz, está dentro da nossa mente, da nossa alma e espirito...

Porque será que aqueles que parecem ter tudo (em riqueza e não só) e são tão infelizes?

E vê-se um maltrapilho e sente-se que é feliz?

ZezinhoMota

Sol disse...

è vredade!
Numca estamos satisfetos com o que temos.


jinhos

Peaches, Sueca disse...

Amo-te e nunca te quero perder mãezinha =)

Safira disse...

Quando somos miudos sonhamos com a liberdade dos adultos. Quando chegamos a adultos, percebemos que com a liberdade vêm uma série de responsabilidades e só aí temos verdadeira noção do bem que é a inconsciência de criança...
Beijocas