domingo, 21 de setembro de 2008

Necessidade de juizos de valor


"Qualquer que seja a sua situação, um homem tem necessidade de juízos de valor, mercê dos quais justifica - aos seus próprios olhos, e sobretudo aos dos que o cercam - os seus actos, as suas intenções e os seus estados; melhor dizendo: a maneira de se glorificar a si próprio. Mas, tendo nós necessidade de elogios, também a temos de uma tábua concordante de valores, na qual os nossos actos mais fáceis figurem como os que exprimem a nossa verdadeira força e sejam os de mais elevada estima. É naquilo em que somos mais fortes que queremos ser vistos e honrados. "
Friedrich Nietzsche, in 'A Vontade de Poder'

28 comentários:

Gi disse...

Há quem se destaque, exactamente, pelos seus pontos fracos, que acham dignos de ser vistos e até honrados.
Não há como não se fazer juízos de valor.

Shakti disse...

Pontos fracos ...pontos fortes...juízos de valor inventados por uma sociedade , isso sim ...

bjs

BlueVelvet disse...

Este senhor genial pôs o dedo ferida: que necessitamos de juízos de valor para justificar os nossos actos.
O problema é que alguns têm-nos bem estranhos.
Beijinhos e bom domingo

Chat Gris disse...

:)
E bom domingo!

AllenGirll disse...

É isso tudo..
Nietzsche: aquele grande cérebro!
Bom domingo para ti*Kiss

Opinador disse...

Em Portugal precisamos mais é de "juizes de valor" ;D.

Capriccio disse...

Está dito!
Boa semana, beijinhos :)

PsYcHo_MiNd disse...

Mas por quê ter a necessidade de 'explicar' actos e se fazerem determinados juízos de valor! Uma pessoa não pode fazer algo sem ter que dizer o por quê, assim nada teríamos de livre arbítrio, haveria sempre a quem dar explicações e sempre quem tivesse que julgar o que se faz!

Tá-se bem! disse...

Há coisas que não se explicam nem justificam.. apenas se sentem! E que podem ter a ver com valores mas sem juízo algum... :| digo eu! LoooL

Beijosssss

TeddyLover disse...

Nada tenho a acrescentar aos comentários antecedentes. Aliás - Tá-se bem - tirou-me as letras do teclado. é isso mesmo k eu penso e sinto.
Bjs e boa semana

Vício disse...

os actuais elogios são moeda de troca para qualquer coisa!

ONDINHAS disse...

digamos que o elogio funciona como moeda para comprar algo, nao?

bjito e boa semana

maria disse...

Deveria ser assim, mas nem sempre acontece...

Beijinhooos :)

Tita disse...

era bom era!

Boa semana ;)

Mocho Falante disse...

Nem sempre é assim que acontece...mas que não deixa de ser interessante a abordagem lá isso não deixa


beijocas

elvira carvalho disse...

Pontos fortes, pontos fracos, é tudo muito relativo. Tudo depende do ponto de vista de quem analisa.
O que para mim é o meu melhor, pode ser para o meu vizinho o meu pior.
Um abraço e uma boa semana

pensamentosametro disse...

A necessidade que o homem tem de se pôr em bicos dos pés, vender pai e mãe apra se dar alguma importância..., e pronto aí estou eu e mais uma vez a emitir um juízo de valor .


Bjos


Tita

DANTE disse...

A humildade não se deve 'vender' por mais coloridos e constantes que possam ser os elogios.
Termos em conta o nosso valor é bom e necessário mas , caganças não.

Jokas mjf :)

Marco Ferreira disse...

A maneira como olhamos para os outros, de como analizamos apenas pelo modo de vestir ou de falar, tem um pouco a ver com o meio onde estamos inseridos.

Fazer ou não fazer um juizo de valor, esta é a questão.

marinheiroaguadoce a navegar

Myllana disse...

Minha opinião é parecidíssima com o marinheiro :)
Temos que optar em como vms ver a situação :)
Beijokas

sonia disse...

Olha tou um pouco com o cérebro sem nexo para comentar. Vou apenas dar-te um grande beijinho

cosmic girl disse...

é tudo muito relativo, variam os valores que cada um define como referentes ao que é aceitável ou não e logo a definição de o que é um ponto forte ou fraco.
beijinhos

Sorrisos em Alta disse...

Lost in translation!
Percebi tanto o que ele queria dizer como a um ucraniano no Lidl.
Não tens a versão em alemão, não?
;o)

Beijinhos

Alien8 disse...

MJF,

Não sei de quem o Nietzsche estava a falar... eu não sou desses! Basta-me que todos me considerem o maior, e já fico satisfeito :)))))))

A propósito, gosto de ler o Nietzsche!

Um beijo.

Sol disse...

Um beijinho, sem necessidade de juízos de valor :)

Sol disse...

Um beijinho, sem necessidade de juízos de valor :)

Peaches, Sueca disse...

vim só dizer boa noite e só para saberes que és tudo. Passa no meu blog, deixei algo para ti.

love you *

Rocket disse...

infelizmente a maior arte das pessoas não tem capacidade para elaborar um juízo de valor, não tem capacidade de avaliar...
a única coisa que sai é uma mera opinião pessoal...


bjinhos