quinta-feira, 22 de maio de 2008

Felicidade


Neste mundo em que vivemos, a felicidade deixou de ser um ideal do indivíduo para ser uma aspiração das multidões. Todos queremos ser felizes da mesma maneira. Convencionou-se que não há felicidade sem automóvel, sem uma casa repleta de electrodomésticos, de electrónica, de móveis de estilo, de livros caros (mas que nunca os lêem), de imitações de objectos e de quadros antigos (dos quais não sabem falar), sem roupas e calçado de marcas conhecidas... Enfim e para resumir, sem todos esses sinais exteriores de riqueza que por aí se vêem.
Quanto a boas maneiras, cidadania, educação ou c ultura, tudo isso é secundário. O que é preciso é ter dinheiro. E como nem todos o podem ter para se fazerem passar por aquilo que não são, daí a "infelicidade" de muitos.
Com o dinheiro podemos comprar muitas coisas... Proporciona-nos comida, mas não apetite; remédios, mas não saúde; dias alegres , mas não a felicidade...
Beijocas e bom fim de semana

68 comentários:

Lisa's mau feitio disse...

Olá minha querida!

Vou deixar aqui uma coisa horripilante... Mas é tão verdadinha... O dinheiro não proprociona o que tu referes no post... Mas ajuda um bocadinho... Ajuda, sim...

E eu sei porque o escrevo, querida amiga...

Beijinhos bem fortes para ti e obrigada pelos afectos que deixas assiduamente no meu Caderno Pautado. Eu, desnaturada, é que me ausento assim sem dar um ar de graça... Desculpa.

Beijos

Lisa

mjf disse...

Lisa
Eu também não sou do tipo : amor e uma cabana...nem pensar, mas fazer depender a felicidade de sinais exteriores de riqueza...;=(
é um caminho errado...penso eu, sei lá!!!!

Beijocas
Bom fim de semana

carvoeirita disse...

Mais uma vez…é para mim que falas não é amiga?
É para mim que falas hoje…no hoje que é tão cinzento e nublado…
Mas o ontem…o ontem querida mjf foi de luz e sol..sabes? trabalhava 14 horas por dia num restaurante e a noite ia com os meus colegas para a praia, já que de dia tinhamos que trabalhar, aproveitávamos a praia a noite..nunca apanhámos nenhum escaldão!
E corriamos na praia a rir, mergulhávamos na água do mar e vinhamos em brincadeiras até a parte de trás do restaurante onde dormiamos..
Eu nem uns ténis em condições tinha, tinha uns de lona que me punham os pés doridos, mas era tão feliz…e gostavamos tanto uns dos outros, como irmãos, como família…
Hoje uso saltos altos e tenho tonturas por viver aqui..
Tenho medo do mundo que me cerca, vivo na luta de corresponder as espectativas que acho que os outros tem de mim…
Queria tanto voltar ao ontem..rir de contente por ter uns ténis novos, mergulhar no mar á noite na ansia de regressar.
Gosto tanto de ti amiga!
Fazes-me tão bem..como o mar…
beijinhos

miguelpontocom disse...

Mais facilmente sou feliz com sinais exteriores de riqueza de com sinais de exterior de pobreza, mas cada um sabe de si.

Ondinhas disse...

a felicidade só é real se for partilhada...
dinheiro ajuda...mas a vidae a felicidade são muito mais do que isso...
bjinho e bom fds...

Charmoso disse...

Penso muitas vezes nisso... que a vontade de enriquecer financeiramente não acompanha a vontade de enriquecimento cultural.

Conheço muitos casos desses, e resta-me acenar a cabeça, e fazer de conta que eles é que estão certos...

mjf disse...

Carvoeirita
"Cresceste", desde essa altura, em que á noite corrias na praia...foste feliz
Hoje tens de encontrar outra forma de ser feliz...
Olha á tua volta e verás muita gente que gosta de ti ;=)
Beijos

mjf disse...

miguelpontocom
Eu gosto de coisas boas..sapatos, malas,relogios de marca...e do meu carro, mas não sei se isso me torna mais feliz...em certos momentos, tenho as minhas duvidas...Perdemos tanto tempo a produzir, para alcançar certo tipo de coisas, que eu pergunto: se fosse diferente, eu seria mais feliz???
Beijocas

mjf disse...

ondinhas
o dinheiro facilita??? talvez,mas não compra a elicidade..disso tenho a certeza ;=(
Beijocas

mjf disse...

ondinhas
o dinheiro facilita??? talvez,mas não compra a elicidade..disso tenho a certeza ;=(
Beijocas

Maria Manuela disse...

Eu a carros e marcas não ligo muito, agora passo-me, mas passo-me mesmo com livros....estou proíbida de entrar na Fnac e afins .... transformo-me e desgraço-me toda !!!! E nessas alturas, ter um dinheirito extra fazia de mim uma pessoa um bocadinho mais feliz (digo eu !!!)

Olá!! disse...

Haja saúde que é meio caminho andado para a felicidade... dinheiro havendo para o essencial é muito bom e no meu ponto de vista não compra nada de valor sentimental´...
Aiiii se eu fosse materialista :)))

Bom fds
Beijosssssssss

expressodalinha disse...

Nem toda a gente é assim, felizmente. Em países pouco desenvolvidos culturamente há uma tendência ostentatória maior. Se formos aos países nórdicos já vemos quase vergonha de ostentar (às vezes até é caricato). Infelizmente, talvez sejam as crises que melhor servem o equilíbrio e a solidariedade sociais.

Lola disse...

Loira mais linda,

Ser feliz é uma arte.

O dinheiro ajuda, claro, mas não chega.

Há um brilho, um toque, uma loucura, que o dinheiro não compra.

Beijinhos e até amanhã.

PsYcHo_MiNd disse...

Mas para quê se ter a melhor saúde do mundo se não temos como a celebrar. O dinheiro faz e fará sempre parte de um todo que é a felicidade. Até a pessoa menos materialista do mundo precisa de dinheiro para se poder realizar sem pensar em objectos de posse!

Rita disse...

Eu confesso que não dou muito valor a coisas materias. Não gosto de arte, o carro desde que sieva para me transportas está bom, telemóvel desde que dê para fazer chamadas já é suficiente. A casa, bem a casa só pedia um quadrado de relva para as minhas R's não era preciso piscina nem jardim nem design xpto. De resto o dinheiro servia e muito bem para me divertir, para poder viajar com elas para irmos aqui e ali e acolá mas com ele e sem saúde realmente não o queria para nada...
Jokas

Blue Angel disse...

Mais um texto acertadíssimo. É verdade que se precisa de tão pouco para se ser feliz, mas depois vêm umas certas pessoas a dizer que não... tens de ter isto e isto e aquilo para te sentires feliz.... que parvoíce!

Bom fim-de-semana e um beijo

Nivea

Belzebu disse...

Pois é minha amiga, mas as coisas estão a mudar. Agora nem dinheiro há, quanto mais a felicidade. Até os sinais exteriores de riqueza começam a escassear, enquanto os sinais evidentes de miséria são cada vez mais frequentes!

Aquele abraço infernal!

Pandora disse...

Para mim a felicidade vai desde os pequenos gestos de carinho, estar em paz comigo mesma, ver os meus filhos bem e realizações pessoais. Quanto a bens materiais, só desejo aqueles que me proporcionem levar minimamente uma vida de conforto, como ter um tecto para viver, um carro que me transporte para o trabalho, poder passar as férias de verão na praia e claro...saúde para trabalhar.
Conheço algumas pessoas que têm tanto e que não são felizes, porque esquecem-se de gostar delas mesmas, nem dão valor ao que têm e ao que podem fazer.
Há aqui muito pano para mangas, para se falar em felicidade.

Bom fim de semana
Beijokas

Pandora disse...

Ah, esqueci-me! Tens um desafio na caixinha.
Bjs.

As Chamas do Fénix disse...

Tens desafio lá no meu ninho...

Uma Grande chama para ti... beijos

Sol disse...

Dinheiro não é sinónimo de felicidade, mas que ajuda e muito, lá isso ajuda!!

Bom fim-de-senama

mjf disse...

manuela
eu gosto de conforto e até gosto de fazer certas extravagãncias ( muito desnecessárias), mas ser feliz é muito mais...embora eu me sinta feliz qundo faço estas extravagãncias...;=)
beijocas

mjf disse...

olazinha!
concordo, o mais importante para eu ser feliz passa pelo bem estar dos meus "amores"...
Haja saúde..;=)
Bo fim de semana

mjf disse...

expressoda inha
na verdade nos países nórdicos (eu conheço em especial a Suecia) há prioridades bem diferentes das que nós vimos por cá ;=(
Beijocas

mjf disse...

Lola
Espero ser feliz amanhã...
Até estou com insonias..

beijocas
ps- como anda o teu jardineiro?????

Chat Gris disse...

Gosto sempre do que trazes para discussão... O dinheiro não é tudo, de facto, mas ajuda; no entanto, vou aprendendo, com alguma satisfação, que cada vez sou capaz de viver com menos... Oxalá seja uma virtude...
Bom fim de semana e lambidinhas de ternura para ti cá do rapaz.

Gi disse...

A saúde é a única coisa que nos pode, de facto, trazer felicidade, mas até essa damos como adquirida e pisamos-lhe em cima!
Um fim de semana feliz ;)

Tita disse...

Acho que posso dizer que sou uma pessoa feliz, mas como a saúde me tem afectado um pouco acho que perdi-me um pouco pela desilusão, e foram muitas. Últimamente sinto-me bastante em baixo, sem forças para nada, ando triste!

Beijinhos e bom fim-de-semana :)

FM disse...

É, efectivamente, a Felicidade está tão próxima da Infelicidade... É a tal história das "desiguldades", mesmo em termos emocionais.
Beijos.

Teté disse...

Pois o que me faz confusão é as pessoas quererem mostrar que têm, aquilo que não podem ter (sem se endividarem até ao pescoço). E depois ainda terem inveja dos outros que têm, porque podem...

Não sou de amor e uma cabana (que temos de ser realistas, não é verdade?), mas acho essas "ostentações" de gosto muito duvidoso. Cheira-me sempre a "novo-riquismo"...

Jinhos e bom fim de semana!

Rocket disse...

existe uma considerável diferença entre estabilidade financeira e riqueza...

a primeira é fundamental... a segunda é... segunda.

mjf disse...

psycho
No meio ...está a virtude, nem oito, nem oitenta
beijocas

mjf disse...

rita...
Na verdade até nem pedes muito...só o essencial para seres feliz... ;=)
Beijocas

mjf disse...

nivea..
cada um é que sabe ( será ??) a maneira de ser feliz ...;=)
Beijos

mjf disse...

belzebu
~eu acho que os pobres ficararam mais pobres...e os ricos mais enriquecido!!!!mas felizes???
beijos

mjf disse...

pandora
como estás certa no que afirmas...
obrigada pelo desafio..
beijos

mjf disse...

sol
eu acho que o dinheiro só não faz falta a quem o tem...
Beijos

mjf disse...

fenix e pandora...
Mas que rica ideia vocês tiveram...
Os dois de uma só vez...vocês detestam-me ;=(
beijocas

mjf disse...

chat gris
virtude não sei se será...mas é uma atitude que demonstra maturidade ;=)
Beijos

Tá-se bem! disse...

A saúde é o mais importante, sem dúvida!

O dinheiro pode ajudar.. mas o importa é saber e poder sorrir. Para isso temos que estar bem, connosco e com os outros.

Bom FDS :)
Beijossssss

BlueVelvet disse...

Olá linda Audrey!
tens toda a razão naquilo que dizes, mas como diz um amigo meu: Já reparaste que só os ricos dizem que o dinheiro não dá felicidade:)))?
Veludinhos azuis e bom fim-de-semana

Girafa cor de rosa disse...

Amiga mjf: a felicidade tem pouco haver com o "ter" e mais com o "ser". Podemos ter tudo na vida e não sermos felizes. Dá jeito, pois dá, ter umas notinhas e um dinheirito para gastar em coisas que nos dão prazer, mas felicidade, essa é feita de coisas que se SENTEM, que são. É um momento, um sorriso, uma conversa, uma partilha, um "dar" algo a alguém, encontrar um amigo que já há muito não viamos...sei lá...Bjs e bom fim de semana. Esta tua partilha dá que pensar!!

Enfim... disse...

este é um assunto um pouco delicado

digamos que o dinheiro não é tudo, mas o que farás sem ele hoje em dia

não tens dinheiro, não tens saude, porque infelizmente hoje em dia é assim, o dinheiro faz falta para tudo e sim depense da nossa felicidade porque da tua tambem depende

hoje em dia ate para teres um bom emprego as vezes tens de ter dinheiro para dares a x e a y para te porem no lugar que tanto queres

não é o meu caso mas conheco muita mas muita boa gente que funciona assim e vai vingando na vida

não te quero contrariar mas isto é real...

a vida assim nos obriga a depender tanto do dinheiro

beijinhos

D.Antónia Ferreirinha disse...

O dinheiro por si só não traz felicidade , mas ajuda imenso.
Não conheço ninguém capaz de ser feliz , sem o minimo essencial que o dinheiro proporciona.
É a minha opinião.
:-)

Patricia disse...

Eu também acho que o dinheiro não traz felicidade, mas a verdade é que nos ajuda imenso. Se estamos doentes compramos remédios ou vamos aos hospitais mais conceituados... não é?

bjs

Flor disse...

Eu quero, quero mesmo, ter riqueza interior... não sinais de riqueza interior... sinais não... quero mesmo ser rica por dentro! Esforço-me por isso! E sinto-me feliz assim!...

Mas sabes, ao ver a foto deste carrão, pensei que tu o tivesses a sortear... talvez a rifa me calhasse a mim, quem sabe? Até ficava feliz, ficava ficava... punha-me logo a pensar no que ia fazer com o dinheiro que iria receber da venda dele.. sim, porque a Flor ao volante desse carro, até ficava mal... gosto muito mais da minha latinha velha, nunca me deixou ficar mal.... :)

Tem um grande domingo e não te esqueças de sorrir para a vida, afinal a vida sorri para nós....

Xi-coração da Flor :)))

mjf disse...

Gi
a saúde é uma das coisas mais importantes nesta nossa " vidinha"...sem ela a felicidade não existe
Beijocas

Tita
Depois da tempestade vem a bonança...aguenta firme amiga
Beijos alegres


Fm
Concordo...e por vezes nem nos apercebemos como passamos de uma para a outra ;=(
Beijocas

mjf disse...

Tété
Eu acho que a maioria das pessoas vive acima das suas posses...endividam-se só para adquirir o que o vizinho tem ...e que pensam trazer-lhes a felicidade ;=)
Errado..
Beijocas


Rocket
A estabilidade financeira..acredito que faça muita gente feliz...e é uma ambição saudável
Beijos



Tá-se bem
O bem estar interior, o estarmos bem connosco e com o proximo, isso sim pode fazernos muito felizes...digo eu ;=)

elvira carvalho disse...

É amiga, dinheiro não dá felicidade, mas ajuda muito. E a noção de dinheiro é tão diferente de pessoa para pessoa. Para mim nem é vivendas, carros de luo, ou viagens exóticas. Para mim bastava-me o suficiente para não me sobrarem dias à reforma. Ou que esta chegasse para as minhas necessidades.
Um abraço e bom Domingo.

Olhos de mel disse...

Oie lindinha! Felicidade hoje, não é mais ser, é ter! A humanidade caminha sem rumo e invertendo valores. É assustador a frieza de certos indivíduos...
Belo post! Bom domingo! Beijos

Rute disse...

Concordo contigo.Também acho que a felicidade não se compra.

beijinhos

Gata Verde disse...

Mas que grande verdade!!
Infelizmente é o Mundo que temos...

beijos

MCG disse...

não podia concordar mais com este post. Não tem a ver com idealismos, porque todos nós sabemos o quanto o material é importante, mas creio que lhe estamos a dar demasiado valor!

Rato disse...

Se descobrirem a receita da 'entremeada' digam.
De qualquer modo acho que, com os sinais que estão no horizonte, não é avisado ostentar sinais de riqueza. É que os 'pobres' são os invejosos... ;)

Carlos Rebola disse...

Olá mjf

Se alguém muito "rico" meter todos os seus milhões, dinheiro que tudo compra, numa mochila e com ela ás costas for largado bem no meio dum deserto, após oito dias, provavelmente e se ainda conseguisse expressar-se trocaria todo o seu dinheiro, por uma gota de água... se ainda o tivesse consigo e não o tivesse abandonado, ao segundo dia de calor e sede, por ser fardo demasiado pesado...
Abraço
Carlos Rebola

Viajante disse...

O que mais me aflige é que hoje em dia as pessoas nem páram um minuto para pensar nisto.

Abraço!

conchita disse...

É claro que o dinheiro não compra a felicidade nem a saúde, mas acredita que sem ele (falo infelizmente por experiência própria)a tua saúde e a tua felicidade desaparecem de vez!!
Aquelas pessoas que sempre tiveram tudo não sabem dar valor a vida e pensam que tudo é fácil (eu pensava que a vida era assim), mas sinceramente preferia de continuar a pensar assim, do que passar pelo que estou a passar...
Beijos e uma boa semana de trabalho :)

jasmimdomeuquintal disse...

Que bom que o meu conceito de felicidade naõ passa por estes bem materiais... talvez passe por outros mais dificeis de alcançar, mas...

Professor Doutor "Atever" disse...

O dinheiro compra muitas coisas, até a sensação de felicidade.
Mas eles não sabem, nem sonham...
Quanto a cultura... bem, aí basta chamar a atenção do proprietário de um dos muitos carrões estacionados em cima dos passeios e vais ver o que é cultura (lol).
Beijinho.

Blue Angel disse...

Vai ao meu blog, tens lá um miminho para ti!

Beijos

Nivea

sonia disse...

Olà!!
Olha o dinheiro não compra a felicidade, ajuda é a ter mais algum conforto em casa, là isso é verdade. Ajuda a ter todos os anos férias (que disso recuso-me a abdicar, no way mesmo, vão po caraças!!Sao sagradas!!)ajuda em miuta coisa. Mas não é o mais importante!Quando andei depressiva não passava mal,quem me dera era ter na altura momentos felizes e alegres, que não podia comprar!!

Olha sabes, hà que dar valor ao que temos, porque hà sempre quem esteja pior. Eu dou valor às caganeirices kaninas, um gesto, um abraço, um telefonema na hora certa, um gelado surpresa,e sei là mais o quê!

E olha de ter as tuas visitas...também me alegra o coração (tens sempre tanta coisa de interessante para dizer, pões toda a malta viciada linda...hehehe)
Um grande grande beijinho!

Andreia do Flautim disse...

O dinheiro não traz felicidade, mas pode ajudar! ;)

P.S. Sim diverti-me muito no algarve!

Capitão Merda disse...

Sinceramente, nunca pensei em ser feliz! Aliás, nem acredito no conceito de "felicidade".
Limito-me a ir existindo o melhor que sei...
Beijos

Safira disse...

De que adianta ter dinheiro se se é pobre de espírito? É como dizes, compram-se mais facilmente alguns placebos; mas, como a felicidade é uma coisa que vem de dentro, tudo o que se vai adquirindo por fora, só por consumismo, é como as supergorila: são muito boas no início, mas perdem o gosto rapidamente.
Beijos

miguelpontocom disse...

MJF, abre a pestana.

Sorrisos em Alta disse...

Depende... bastam 50 euros para poder ter a Felicidade, cidadão brasileira, "massagista prostática" de profissão, que trabalha ali na.... olhem, vejam no Correio da Manhã!

Su disse...

é verdade ..estamos no reino do ter

infelizmente o reino do ser anda mal..mui mal....


pstt qto a ter uns euros a mais para as doenças, não resolve, mas ajuda e mto......estou a falar de melhor qualidade de vida no meio da desgraça, se assim posso dizer..


jocas maradas