quarta-feira, 4 de março de 2009

Amor que aguenta tudo....



" existe um amor que aguenta tudo ....e dura toda a vida. É o amor próprio."
Moliére



Para ser feliz, uma pessoa tem de aprender a viver com os outros. Mas tem de aprender igualmente a viver consigo mesma, porque é a unica companhia de todos os dias e de todas as horas,



Isto significa aceitarmos e gostarmos de nós, apesar de todas as nosas limitações pessoais - isto é amor próprio-




33 comentários:

Mimo Azul disse...

Que foto engraçada!!! :D
Deviam oferecer sacos assim nos centros comerciais!!!!

Ja escrevi uma vez no meu blog que por vezes não me aguento, não consigo viver comigo ... acho que preciso de apreder a ter mais amor próprio...


bjcaaaaaaa

Anjo De Cor disse...

Tens toda a razão ;)
Bjs**

pepita chocolate disse...

Sim, é verdade! Mas nem sempre o nosso amor própro«io exite de boa saúde!

Bjs

Laetitia disse...

Sem dúvida o aor-próprio é uma dasbases essenciais inerentes à vida! Mesmo mesmo mesmo ;) Mua

Maria Anjos Varanda disse...

Realmente esse é o único amor que dura a vida toda......

E já agora a foto está super original...

Beijos

Carminda Pinho disse...

Olha que o Moliére não podia estar mais certo.

Bjs

GATA disse...

Já dizia o anúncio do leite... "se eu não gostar de mim, quem gostará?"

pensamentosametro disse...

Não imaginas o quanto " Talhe de foice" este teu texto vem. Anda por aí muito quem não consigue viver consigo próprio, então, limita-se a torcer o naris aos outros...


Bjos


Tita

entremares disse...

Haja humor...
Suponho que sem sentido de humor, nem a nós próprios nos conseguimos aturar...

E, à vezes... não é que até nos apetece dar um bom par de tabefes em nós próprios ?

Minhoca disse...

nem mais:) antes de tudo temos q gostar de nos, ja to como o anuncio "se eu não gostar de mim quem gostará ??""

:)
Bjsss

Luísa disse...

Bom dia

O amor próprio é o que nos define como pessoas, tem de ser doseado, para ser gerido e usado de forma a sermos pessoas melhores.

Qdo falta é péssimo e em demasia idem idem.

Um beijinho

Luisa

mik@ disse...

ola :)
tens toda a razão. ainda que as vezes precisemos de uma maozinha exterior a maior parte tem de vir de nos proprios :) ha que aprender a viver com aquilo que somos.
bjinhos

Parisiense disse...

Foto engraçada.....

Amor próprio é o principio para sermos felizes e espalharmos felicidade á nossa volta.

Beijokitas

MJ disse...

Quantas e quantas pessoas andam uma vida inteira para descobrirem esse amor...
Para gostarmos verdadeiramente dos outros, temos de nos aceitar e de nos amarmos a nós próprios incondicionalmente!
Somos a nossa única companhia do início ao fim. :)
Mais uma vez, adorei o teu textinho.. :)

Kissss

TeddyLover disse...

Sem dúvida. Gostei da foto.
Bjo

Capitão Merda disse...

Não confirmo nem desminto!

;)


Beijoca

Sam disse...

Isto do amor próprio não é facil...da mesma forma que somos com os outros, por vezes tb nos desiludimos a nós mesmos, o que resulta em gostarmos menos de nós.
como dizia o outro " a vida é como os interruptores, umas vezes pra cima outras vezes pra baixo!"

beijo docinho em ti!

Su disse...

nem mais...............
eis a auto estima


jocas maradas

MJ disse...

Tenho um desafio interessante no meu blog... Pode ser que gostes*
Beijinhos*

vício disse...

mas deve ser qb
porque há quem o perca e espera que os outros lhe dêem algum e também quem o tenha tão elevado que não tem espaço para mais nenhum!

Blue Angel disse...

Aqui se aplica a velha máxima:

Se não gostar de mim, quem gostará???

Um beijo

Nivea

BlueVelvet disse...

verdadeiro e acertado este post.
Quanto aos saquinho, compra-se onde?
beijokas

Shakti disse...

Realmente esse é o único amor que dura a vida toda...desde que seja conquistado...

bj

maria disse...

E é verdade, até porque quando não gostamos de nós, raramente gostamos dos outros...

O que vale é que dura pouco e falo por mim, tem dias que me amo, outros que não me posso ver e gostaria de ser diferente...e pergunto que raio de amor próprio é este?

São dias...

Beijinhooos :)

Consuetudo disse...

Vim aqui dar, inadvertidamente, estava no blogue de um amigo e sem querer devo ter cingido uma ligação,e cá estou. Já que aqui vim parar, espreitei, e li. E até gostei. Depois li o perfil da Anfitriã, e enfim, é bonito.
Chega de apresentações,vamos ao comentário: - É claro, que o Amor-próprio, é uma das primeiríssimas coisas a tratar, pois se esse não cá houver, como pode sobrar para mais alguém? Desenvolver o amor próprio é uma obrigação: -Espiritual, para com o Deus de cada um.
- Temporal, em consideração aos Pais de cada um. E,
Ética, se pensarmos na luta que travam a esse nível todos os que padecem neste mundo sem terem responsabilidade por tal padecimento, e que ainda assim, o (amor-próprio) têm.
Gostei de aqui estar, tudo benigno, leve, com bom ar. Felicitações pelo blogue.

Rafeiro Perfumado disse...

Que não deve ser confundido com narcisismo! :D

Sam disse...

beijo doce e bom fim de coisa amiga!

Silly disse...

verdade, eu acho q ja tou a encontrar um equilibrio =)

miguelpontocom disse...

Esse amor ao contrário dos outros ganha-se com o tempo, enquanto o outro vai-se perdendo...

André disse...

Já dizia o anuncio... ' se eu não gostar de mim, quem gostará!'

Gi disse...

Sempre bem temperado com outros amores, o amor próprio é sempre bem-vindo.

Moura ao Luar disse...

Como dizia o anúncio - se não gostarmos de nós, quem gostará?

M.A. disse...

E se estiver descontente consigo mesmo o que tem a fazer é tentar mudar alguma coisa porque uma vida inteira numa "companhia" que não agrada é peso demasiado.Quando se fala de alguém que tem "mau feitio" costumo responder que o pior mal é de si mesmo porque..."se suporta" toda a vida, enquanto que os outros podem afastar-se para mais longe!...