domingo, 26 de outubro de 2008

Não sei dizer se a vida nos cansa, ou se nós é que nos sentimos fatigados ,às vezes ,da nossa existência. Nós repetimos sempre, ou quase sempre. E lamentamo-nos desse dia-a-dia onde nos levantamos, trabalhamos, regressamos e descansamos para no dia seguinte recomeçarmos. Mas é essa a vida, e muitos de nós não aceitariamos mudança nenhuma se a oportunidade nos fosse oferecida .Ter que recomeçar alguma coisa, abala -nos muito , pois mesmo a vida corriqueira e imutável causa-nos segurança. Conhecem-se os caminhos, os atalhos, os desvios, as curvas a serem evitadas. E se pensamos em recomeçar alguma coisa, a nossa mente acende a luz vermelha em sinal de atenção. Somos condicionados e nem nos questionamos. Pergunto, então por que não nos condicionamos a viver coisas novas, experimentar nem que seja por uma vez ???? ....

24 comentários:

Carminda Pinho disse...

Ai não! Que não me condiciono a viver experiências novas!!!
Só que não as vou dizer aqui, não achas? Eheheh...

Boa semana!
Beijos

TeddyLover disse...

Depende do que está em causa...há segurança...e segurança...há arriscar...e arriscar...depende...
Bjs e boa semana

maria disse...

Porque as coisas novas nos trazem insegurança e acendem a tal luzinha vermelha...e por isso nos deixamos ficar no mesmo lugar a queixarmo-nos...é mais fácil.

Não gosto muito de grandes mudanças, mas quando isso acontece habituo-me com uma facilidade enorme...

Beijinhooos :)

Marisa disse...

Realmente, a mudança assuat-me um bocadinho.

Ka disse...

Quando as opções de mudança são de fundo custa imenso recomeçar...eu que o diga ;)

beijocas

Viajante disse...

Reconheço que para muita gente recomeçar é uma grande chatice e motivo de angústias.
Contudo a vida vivida é forçosamente dinâmica, cheia de "fins" e "recomeços"... Pode custar, é certo, mas não há que evitar. Bem... haver há, mas isso então é um outro grande problema.

Abraço

Rute disse...

Acho que o medo de que as coisas novas não corram assim tão bem e não possamos voltar atrás...

beijocas

Shakti disse...

Estou numa de mudança radical na minha vida , sem ter grandes garantias ...se estou a fazer bem ?Se estou a fazer mal ?
Só o tempo o dirá...mas de uma coisa eu sei...não tenho medo das coisas novas!

bj

paulofski disse...

Eu sou de rotinas e gosto de ter as minhas coisas no sítio, à minha espera. A mudança é a alternativa à rotina só que às vezes não é a melhor opção, por isso antes de me condicionar ao que quer que seja lentamento vou testando-a.

Myllana disse...

Medo?
De jeito nenhum..a vida é muito breve pra ns privarmos de mts emoções :)
Boa semana!

Tá-se bem! disse...

Isso é muito complicado.. principalmente se temos pessoas dependentes das nossas decisões.. Por vezes.. tememos mais pela segurança daqueles que amamos..

Beijooo e boa semana :)

ONDINHAS disse...

as vezes resistimos às mudanças...mas acho que vale a pena experimentar sempre algo novo e diferente, mudar tudo ou ir mudando aos poucos!!! Faz bem mudar...poe-nos à prova!

beijinhos

Álex disse...

temos que procurar sempre o meio caminho entre a segurança da rotina e a novidade da experimentação e do sair do carril porque é que se cresce, através dos novos conhecimentos

BlueVelvet disse...

Medo do não se conhece, quem sabe.
O facto de a realidade ser má, não nos garante que a mudança seja melhor, não é?
Isto digo eu, porque até nem é muito o meu caso.
Adoro mudanças. ( não as de casa...)
Beijinhos

Jotabê disse...

Tenho um amigo meu que te respondia assim: mas vives coisas novas todos os dias, o ar que respiras é sempre um novo ar, o primeiro olhar da manhã é sempre um novo olhar, etc e por aí fora.
Não deixa de ter alguma razão, pelo facto de não valorizarmos as pequenas coisas, como um novo dia no nosso quotidiano, um olhar renovado para a mesma rua que percorremos todos os dias, tendemos a sofrer demais com a rotina e ansiarmos desesperadamente por coisas novas, verdadeiramente novas, mudanças radicais.
Invejo quem consegue dar importância a cada instante, mesmo que seja aquele que repetimos a cada momento, sofro com a rotina e desgasto-me com o quotidiano organizado. Por isso esse desafio de que falas toma o significado da minha própria existência, desafio constantemente a segurança e o abrigo da rotina, e tenho conseguido vencer.
Agora, uma única vez? É pouco, muito pouco, não quebraria a rotina, não daria gosto nenhum.

gostei deste teu post

:)

beijocas

As Chamas do Fénix disse...

Olá amiga...

A minha vida já levou nos ultimos anos uma série de mudanças importantes... umas mais... outras menos... mas continuo a ser fiel a um principio que assumi desde muito novo... prefiro arrepender-me das coisas que faço do que daquelas que deixei por fazer... por isso . Se os meus intintos me dizem avança... avanço com tudo... depois... olha depois logo se vê.

Uma grande chama para ti ...Beijos

Miguel disse...

Acho que por vezes as pessoas têm é receio da mudança...

Safira disse...

o medo do que se pode perder é um inibidor potente... E há situações em que o correr riscos é, simplesmente, demasiado arriscado.
Beijinhos e boa semana

croqui disse...

sem dúvida que somos seres comodistas, que nos deixamos dominar pelo medo e covardia. E ainda por cima nos queixamos!

Mas também há quem faça destas fraquezas as suas forças e onde uns vêm medo eles vêm oportunidades, ou apenas pura adrenalina...
somos assim... Humanos!

;-)

expressodalinha disse...

Estás a referir-te a que tipo de coisas "novas"? Todas mesmo?

sonia disse...

No caso de rupturas amorosas, muitos sofrem não pela ruptura em si, mas pela perca da rotina, daquelas coisas às quais nos habituamos (a rotina que cansa). Mas quando se a perde fica-se com medo de enfrentar uma nova vida, mesmo que no fim venham coisas melhores.
Beijinhos

Gata Verde disse...

Detesto rotina e monotonia,por isso são muitas vezes confrontada com essa questão. Já que não posso mudar a rotina do trabalho-casa, vingo-me nos fds!!!

Beijos

DANTE disse...

A semana consome-nos as energias para procurar novas coisas. Rotinas...
Estabilidade também me agrada mas monotonia não.
E entre paredes também se pode fazer muita coisa nova :)

Jokas mjf :)

White_Fox disse...

É normal do ser humano acomodar-se à rotina porque é o que biologicamente lhe traz segurança. Contudo, vivermos em piloto automático para o resto da nossa vida não me parece o mais correcto. Sinceramente, e como toda a gente, gosto da rotina, mas tb faço de tudo para a ir actualizando constantemente. E acho que é isso que muita gente não faz!
Bjs
P.S. Adorei a imagem!