segunda-feira, 12 de novembro de 2007

Paixão









Dizem que a paixão não é um sentimento, mas uma reacção quimica no organismo...
A paixão faz a pessoa deixar de comer, dormir,trabalhar,estar em paz. Muita gente fica assustada porque, quando aparece, derruba todas as coisas velhas que encontra.
Ninguém quer desorganizar o seu mundo. Por isso, muita gente consegue controlar essa ameaça, e é capaz de manter de pé uma casa ou uma estrutura que já está podre. São os engenheiros das coisas superadas. Outras pessoas pensam exactamente o contrário : entregam-se sem pensar, esperando encontrar na paixão as soluções para todos os seus problemas. Depositam na outra pessoa toda a responsabilidade pela sua felicidade, e toda a culpa pela sua possível infelicidade...

Afastar-se da paixão, ou entregar-se cegamente a ela--qual destas atitudes é a menos
destruidora?


89 comentários:

Andreia do Flautim disse...

Se uma pessoa nunca experimentar, nunca vai saber!

Francis disse...

a paixão faz-nos perder a razão... mas é muito bom passar por ela, temos é que conseguir equilibrar-nos depressa. não sermos consumidos pelo paixão. aliás, a maneira como terminas o texto diz muito...

"Depositam na outra pessoa toda a responsabilidade pela sua felicidade, e toda a culpa pela sua possível infelicidade..."

Isto não é justo para ninguem.

conchita disse...

Por vezes o amor começa com uma paixão, foi assim comigo, 1º tive paixão pelo meu marido e com o passar do tempo transformou-se em amor.
Mas acredito que existam paixões que nunca acabam em amor!
Boa semana de trabalho :)

Tozé Franco disse...

Penso que, como em tudo na vida, a virtude está no meio...
Gostei do blogue e espero regressar.
Boa semana.

Nocas disse...

Eu sou uma pessoa muito racional, mas, mesmo assim, quanto mexe com paixão...deixo-me ir!
Posso sofrer, mas...ia sofrer na mesma se não tentasse!

Teté disse...

Nem 8 nem 80. Nem se deve afastar uma paixão com o medo de ficarmos magoados, nem se deve atirar nos braços do outro assim em acto desesperado, como se aquela fosse a última solução... ou a única felicidade possível.

E quem, homem ou mulher, gosta de ver alguém assim a rojar-se aos nossos pés, sem personalidade, nem tino?

Equilíbrio é a palavra chave!

Jinhos

Cristina disse...

amiga, que não erra não vive...:)

mas, apesar disso, acho que o menos destruidor é sempre evitar o medo e a insegurança. como se vê.. :)

beijos grandes

JoaoR disse...

E porque raio devemos ter que escolher? Eu tenho esse dilema também e não gosto nada da ideia de ter de escolher.

=)*
Boa Semaninha

Olhos de mel disse...

Oie minha amiga! A paixão é arrebatadora, mas passageira. O amor... ah! esse invade a alma, o corpo e é eterno!
Belo post!
Que sua semana seja maravilhosa!
Beijos

Oliver Pickwick disse...

Dizem que a paixão não é um sentimento, mas uma reacção quimica no organismo...
Somos feitos de átomos, moléculas, e mente. Portanto, acredito que a paixão é, simultâneamente, as duas coisas, prezada Mjf.
Afastar-se da paixão, ou entregar-se cegamente a ela-qual destas atitudes é a menos destruidora?
Eu optaria por "entregar-se", contudo, é claro, adotaria alguma cautela. "Afastar-se", talvez nos levasse a uma frustração por um longo tempo, ou, quem sabe, para sempre.
Gostei do blog, assim como da foto a la Audrey Hepburn do seu avatar.
Voltarei outras vezes, tenha a melhor das semanas!

carvoeirita disse...

depende...na primeira paixão há sempre uma entrega total, sem medos...há uma vivência plena da experiência paixão..mas depois, depois do primeiro golpe, daquele golpe que mata algo cá dentro, que nos esventra a confiança de que tudo vai correr bem nada permanece igual...a entrega nunca mais é total...passamos a viver a vida a medo, com o pé atrás...animais receosos de serem feridos.

anamoris disse...

Só quem nunca esteve apaixonado pode ter a ilusão que a paixão se controla. Quem já teve essa experiência sabe que é avassaladora.
Beijos

Capitão Merda disse...

Não sei responder!

Lola disse...

Loira linda

Há um tempo para tudo.

A Paixão tem um tempo determinado e curto, porque o nosso corpo ficaria intoxicado com tanta endorfina.

Mas as paixões que nos levam a criar, a fazer coisas novas, a superar a mediocridade,fazem parte do dia a dia de alguns privilegiados, e fazem a diferença.

Beijos

TH disse...

Gostei do post!
mjf, adoro seus comentários no meu blog!
Ótima semana!
Thor

Sweet Porcupine disse...

Deveria-se sempre seguir o coração!

Não existe nada pior na vida do que perder uma oportunidade de se ser feliz!......seja por medo, insegurança, estupidez natural.....enfim....
Ninguém está livre de se apaixonar, sob que forma seja, seja de que sexo seja, idade,cultura ....

Essa dos engenheiros de obras superadas está muito bem definida!!!

lolol...

Beijinhos ouriçados

Lord of Erewhon disse...

Gosto mais de caldo verde.

Patricia disse...

Para mim muito amor e muita paixão... é das melhores coisas que temos (enquanto dura)... é tão bom viver apaixonada e ser apaixonada pelas coisas que nos rodeiam e pela vida...

bjs

Patricia disse...

Para mim muito amor e muita paixão... é das melhores coisas que temos (enquanto dura)... é tão bom viver apaixonada e ser apaixonada pelas coisas que nos rodeiam e pela vida...

bjs

mjf disse...

Olá andreia!
Como diz o povo:" Quem não arrisca não petisca"...
Beijos amigos

mjf disse...

Olá francis!
A paixão é um" estado de graça".
Mas o cerebro só consegue produzir a tal substância durante um a dois anos... depois a influência desta droga no organismo acaba ( senão acabar antes...)e o que fica?
Depende de cada um!
Beijos

mjf disse...

Conchita!
É mesmo assim...
Primeiro vem a paixão...
Quando deixamos de estar apaixonados, ficamos entregues a nós próprios, e á vontade ser feliz...
Beijos amigos

mjf disse...

Tozé
Bem vindo ao meu cantinho
Volte sempre
Beijos

mjf disse...

Nocas olá!
A paixão não deve ser racional..ou se admite e então vive-se ou nega-se, e então...é destruidora??? ( será?)
Beijos

mjf disse...

Olá Tété!
Tudo é muito lindo, até sermos atingidos pela seta do cupido... depois, depende um pouco do estado de fragilidade ou robustez psiquica de cada um nessa altura...
Há coisas que se sentem...não se explicam
Beijos

mjf disse...

Amiga mais linda!
Tudo isto é muito lindo, enquanto dura a paixão...e quando acaba?
Pode ficar a amizade, o amor,e o ódio? Tudo é possível.
Somos nós que temos de encontrar o caminho a seguir...e ser feliz...
Beijos

mjf disse...

joaor!
A vida é feita de escolhas...
Beijos

mjf disse...

Olhos de mel!
As paixões são arrebatadoras...e intensas...Por isto efémeras...`
São boas enquanto duram,por isso têm de ser vividas intensamente...
Beijos

mjf disse...

Oliver pickwick olá!
Obrigada pelas suas palavras e pela visita
Volte sempre
Fique bem

mjf disse...

Olá carvoeirita!
Concordo com o que acabou de dizer...Se calhar perdemos a capacidade de nos apaixonar!!!
Será???????????
Beijos

mjf disse...

anamoris olá!
Uma paixão não se controla... certo! Mas a nossa pré-disposição para nos apaixonar-mos, pode ser controlada...Penso eu...sei lá!
Beijos

mjf disse...

capitão!
Sem palavras?
Foi difícil...
Beijos

mjf disse...

Ola Lola Linda!
Que saudades...
Temos sentido a tua falta...
A paixão é tão curta, que quem tem a capacidade de viver apaixonado, é um felizardo(a)...
Beijos

mjf disse...

Thor olá amigo!
Como vão esses passeios familiares?
Poucas asneiras...certo?
Beijos e muitas lambidelas...

mjf disse...

Sweet porcupine olá!
Estar apaixonada(o) deve ser o melhor experiência que pode ser vivida...Mas não dura sempre, por isto ela é tão intensa.
E engºs de causas superadas, quem quer ser???
Beijos amigos

mjf disse...

lord of erewhom olá!
Eu gosto de pessoas , com bom gosto...
Obrigada pela visita

mjf disse...

Olá patricia!
Amor e paixão movem montanhas...
Beijos
Boa semana

Hydrargirum disse...

Toc toc toc...sou eu a bater à porta...!

Vim cuscar o seu cantinho...!:)

Tou a gostar do que escreves e de como escreves:)

E não sei qual a menos destruidora....a não haver uma intermédia, prefiro a 1ra!!!

Vou voltar continuamente (linkei-te se dás licença):)

Rafeiro Perfumado disse...

No meio costuma estar a virtude. No entanto, acho que depende de situação para situação, havendo tempo para o amor e tempo para a paixão. Quando se consegue conciliar os dois, talvez seja tempo de acordar...

Gata Verde disse...

Achar o meio termo seria o ideal...mas a paixão não é racional!!!

mjf disse...

Olá hydrargirum!
Gostei da sua visita.
Uma vida sem paixão é como um deserto de neutralidade, separado e isolado das riquezas da própria vida...
Beijos
Volte sempre

mjf disse...

Olá Srº Rafeirito!
O que se pretende é ter emoções apropriadas, sentimentos proporcionais ás circunstâncias...mas isto deve ser uma virtude!!!
É dificl...
Beijos
Até breve

mjf disse...

Olá gata!
Concordo inteiramente...
Quando as emoções são demasiado abafadas, criam mnotonia e distância, quando são excessivamente extremas e persistentes , tornam-se patológicas...Posto isto concordo que é no meio termo, que estará o equilibrio...
Beijos

Hydrargirum disse...

"Uma vida sem paixão é como um deserto de neutralidade, separado e isolado das riquezas da própria vida..."

Citando a tua frase...não poderia estar mais de acordo...daí que tenha dito que à falta de algo intermédio, e face à obrigatoriedade da escolhe que impuseste no teu post...vi-me forçado a escolher a 1ra.

Pq a 2nda opção...soa-me a tapar buracos...e qd a pessoa, objecto do amor, se vai...os buracos continuam por tapar...e se calhar mais abertos!

Não sei pq...entre as duas...sofrer por sofrer, que sofra pela 1ra!...Na realidade, ninguém quer sofrer "coisíssima" nenhuma...

Vício disse...

entregar-se, é claro!
a paixão vem forte mas passa depressa e vale pelos momentos vividos enquanto dura!

o_cao_que_morde disse...

Eu sou um apaixonado pela minha mulher pelos meus filhos e por todos os animais
E continuo a comer dormir e a trabalhar

A Flôr disse...

Para que a "destruição" não aconteça, terá que ser tudo com, conta, peso e medida. Porque tudo o que é em demasia "faz mal"...

Aproveitei para "espreitar" o teu blog e não é que estou a gostar imenso?!! Voltarei mais vezes.

:) O meu sorriso te deixo

Flor

Francis disse...

A Paixão é uma acendalha.
O amor é lenha que arde lentamente.

É uma questão de escolher em qual fogo nos vamos queimar! :-)))

Pode vir sempre!
Quem vier por bem é sempre bem vindo!!!

mjf disse...

Olá hydrargirum!
Nimguém sofre por opção...
Nimguem quer desorganizar o seu mundo...
Beijos

mjf disse...

Olá vicio!
Entregar-se de cabeça, certo???
Também há dias em que penso assim...mas a maior parte dos outros dias penso que podemos controlar e direcionar as nossas emoções...
Lidar com emoções é sempre complicada...em qualquer idade!
Que grande chatice..
Beijos

mjf disse...

Olá cão-que-morde!
Há vários estadios na paixão...
A PAIXÃO, esta dura no máximo 1 a 2 anos, que é o tempo que o nosso organismo consegue produzir, a tal substância quimica que nos mantem apaixonados, depois fica a vontade de construir algo de bom,vontade de lutar no dia a dia pela felicidade, a vontade de nunca magoar, a vontade de ultrapassar obstáculos....isto se calhar já é amor...
Beijos
Continua apaixonado...

mjf disse...

Olá flor!
Obrigada pela visita.
Acho mesmo que em coisas do coração o tempo é o melhor conselheiro????
Beijos
Volte sempre

mjf disse...

Olá Francis!
É isso mesmo...
A intensidade do fogo é que é diferente.
Beijos

ALEXIA disse...

Mas se o coração não sentir nunca a paixão não sabe que está vivo

beojos a matar saudades

mjf disse...

Alexia olá!
Podemos apixonarmos por alguem, pela vida , por um ideal, o coração bate descompensado, a bombear energia e força, que nem imaginávamos ter...
Uma pessoa sem paixão é uma estátua!
Beijos
Até breve

Charlie disse...

Apaixona-te.
Mas apaixona-te loucamente.
E se assim tiver de ser
Morre e renasce.
Só assim vale a pena viver...

Dharma disse...

Paixão sim, fixação não...

Su disse...

...sempre...até à exaustão:)))))

jocas maradas de sentires

mjf disse...

charli Olá!
Obrigada pela visita e pelo conselho
Beijos
Seja bem vindo

mjf disse...

Olá dharma!
Viva a paixão
Beijos
Obrigada pela visita
Volte sempre

mjf disse...

Su Olá!
Grandes beijocas

Rita S disse...

E que tal um bocadinho de cada?
E as borboletas no estomâgo...
Jokas

Miudaaa disse...

Sou uma miudaaa de emoções... se a PaiXao me bater à porta, à janela ou eu própria a desafiar a entrar na minha casa, recebo-a com agrado e carinho.
ViVo o dia de Hoje... e se Hoje é um dia de PaiXão, só posso dizer OLÁÁÁ PAIXAO !!! :-)

Um Abraço da miudaaa

Hindy disse...

Passei para deixar um beijinho hindyado

PostScriptum disse...

Definitivamente entrego-me todo a ela - paixão -
Podes imaginar um mundo sem paixão?
Beijos

Pi disse...

verdade verdadinha, eu aqui a pensar qual a melhor forma de agir, chego ao teu blog e agravam-se-me as duvidas... vou tentar ser moderado, depois conto como foi, eheh. obrigado

Olhos de mel disse...

Oie amiga! Passei pra lhe ver e deixei beijinhos...

Girafa cor de rosa disse...

Olá mjf!Para mim há que ser sempre verdadeiro e nada de manter podridões! Por vezes pode acontecer que somos enebriados e a coisa passa e que na realidade estamos verdadeiramente bem assim - mantendo o estado das coisas, porque é esse o estado que nos faz feliz. Mas, se o estado é o de "paz podre" e manter só porque dá muita confusão alterar, evitando ser feliz a todo o custo, aí acho que se deve encarar a paixão com unhas e dentes e é tão bom!! Maravilhoso estar apaixonado! Levitamos, sentimos borboletas, renascemos de novo!! Vale a pena!! Beijos.

mjf disse...

Olá rita s!
Acho que na altura a decisão é sempre, a melhor...pelo menos é o que se pensa...
Beijos
Bom fim de semana

mjf disse...

miudaa Olá!
É bom quando ainda se pensa assim...
A vivência de certas situações, por vezes, arrefece, o nosso sentir...
Beijos
Grandes paixões
Bom fim de semana

mjf disse...

Olá hindy!
Beijos
Bom fim de semana

mjf disse...

Girafinha Olá!
Acho também que devemos, acima de tudo ser sinceros connosco...
Beijos
Bom fim de semana

Chat Gris disse...

Deixem-se de coisas... paixões só as tenho por peixe fresco, sol, sofás e telhados. Há melhor?...
:)
Bom fim de semana.

mjf disse...

Olá!
Mas tu és especial...mente lindo!
E o teu amigo de fim de semana???
Beijos para os dois
Bom fim de semana

O Profeta disse...

Por via das dúvidas eu entrego-me sempre à paixão...quando vale a pena...


Doce beijo

Casemiro dos Plásticos disse...

eu fico sempre de pé atrás não sei porque... beijo e bom fds

Alien8 disse...

Olá, MJF!

Interessante tema / pergunta.

Ocorre-me o seguinte: se for mesmo paixão, será que a pessoa tem alguma hipótese de não se entregar?

Verificada a reacção química, está tudo feito. Ou concretizado o sentimento, esse sentimento avassalador. Como se preferir.

Pensar é usar a razão. A paixão, por definição, não tem a ver com a razão. Que o diga o Nicolau da Viola :)

Bom fim de semana!

A Flôr disse...

Venho deixar o meu :-* de boa noite e desejar um BOM fim-de-semana. :D

Flor

elvira carvalho disse...

Pois penso que nem uma coisa nem outra. A paixão desenfreada, é como um fogo que devora tudo a sua volta e na maior parte das vezes não deixa mesmo nada para além das cinzas. Fugir dela por medo também não me parece sensato.
Quando casei estava apaixonadíssima pelo meu homem. Tão apaixonada que aceitei um pedido de casamento, de um homem que me disse que não me amava, mas que achava que eu era uma grande amiga e que podia ser a companheira ideal para o longo da vida. A minha paixão foi acabando e em seu lugar ficou um amor tão grande, que transformou aquela amizade e companheirismo num amor igual. Temos 42 anos de casados, olhamo-nos sempre nos olhos, trocamos beijos a qualquer hora, passeamos de mãos dadas, e dormimos abraçados. E já passámos por muitas situações desagradáveis que vencemos apoiando-nos um ao outro.
E agora diga-me, se eu tivesse recusado o seu pedido de casamento por medo, teria eu encontrado a felicidade que disfruto?
Um abraço e bom fim de semana

mjf disse...

Olá profeta!
A paixão , enquanto tal...vale sempre a pena!
Beijos
Bom fim de semana

mjf disse...

Olá casemiro!
Fica sempre de pé atrás...e sabe porquê!!!!
Tenho a certeza.
Beijos
Bom fim de semana

mjf disse...

Alien 8!
É mesmo isso...
Quando a paixão bate á porta...não se deve fugir dela, ela deve ser vivida intensamente...enquanto durar
Beijos para si e para a Lola linda
Bom fim de semana

mjf disse...

Um bom dia para si Flor!
Beijos
Bom fim de semana

mjf disse...

Olá carvoeirita!
Um lindo caso de amor...mais do que paixão...
Barabéns e façam o favor de continuarem felizes...
Beijos
Bom fim de semana

Carracinha linda! disse...

Eu acho:


devemo-nos sempre entregar á paixão, mas com a medida certa.




Bjs

mjf disse...

Olá carracinha!
Concordo inteiramente
Beijos

Strawie disse...

Não concordo... com um ou outro comentário... não há uma medida certa para nos entregarmos à paixão... ela é quase sempre arrebatadora, pelo menos em mim... se ouvesse uma medida certa concerteza não deixavamos de comer, de trabalhar ou de dormir... é uma resposta a várias substâncias químicas que explodem no nosso corpo... quando encontramos o (a) possuidor(a) da "hormona de sonho"... Mas só paixão, sem amor junto, digo-vos já que em mim é muito mais destruidora...
Bom fim de semana e benvinda ao meu blog
*

António Sabão disse...

Cá por mim fujo dela como o diabo da cruz! Normalmente dá sempre chatice!
Nada como uma boa amizade! :)
Boa semana

Blue Angel disse...

Eu já fiquei doente de verdade, de ter febre, deixar de comer assim que um ex-namorado meu me disse que me ia deixar á muitos anos atrás. Até hoje acho isso fantástico! Como é que o nosso organismo adoece de tristeza? É estranho e assustador. Quanto á tua pergunta, eu por instinto entrego-me e já tive muitos dissabores, mas também muitos momentos intensamente felizes outros bem loucos!! LOL

Neste momento entreguei-me de novo e sem medos a uma nova paixão e estou a viver uma fase linda... e estou a adorar! LOL

Beijo

Nivea